Home Blog Page 3

Preparados Para Testar Todas as Novidades Do WhatsApp?

0

WhatsApp testar novidades Android grupos

A equipa que desenvolve o WhatsApp tem estado ativa a vários níveis, com novidades constantes. Estas procuram trazer ainda mais para este serviço e para os muitos utilizadores que tem acumulado ao longo dos anos.

Se a face mais visível tem sido o Dark Mode, a verdade é que muitas outras têm surgido. Isso pode agora ser visto, com duas novidades a estarem presentes. Uma pode ser já testada e a outra está mesmo a ser terminada.

Duas novidades a serem testadas no WhatsApp

No WhatsApp, em especial na versão Android, as novidades surgem de forma rápida e constante. Passam por períodos de teste que avaliam a sua qualidade, sendo posteriormente transpostas para as versões finais. São estas as que a maioria dos utilizadores conhece.

Claro que os testes existem e ai estão agora presentes 2 novidades. Vão estar aqui durante algum tempo, a serem avaliadas e a garantir que estão criadas de forma perfeita. Eventualmente mais tarde, com a certeza de qualidade, transitam para todos.

Para iniciar, temos agora uma nova opção de segurança. Os utilizadores passam a poder definir que contactos os podem adicionar a grupos. As opções eram Todos, Contactos ou ninguém e caiu a última, sendo substituída por uma lista de contatos filtrada.

Uma mudança nos Grupos do Android

A segunda novidade é já um clássico do WhatsApp que contudo insiste em não chegar. Falamos do Dark Mode que sabemos estar a ser desenvolvido há meses. Desta vez surgem novas configurações, com a certeza que este modo poderá ser ativado manualmente e não depende do Android.

Se estiverem no programa de testes do WhatsApp então vão encontrar a primeira novidade. Esta surge já na mais recente versão que pode ser encontrada na Play Store da Google.

Estes são mais alguns passos para que o WhatsApp seja ainda melhor. Aguardem que estas novidades sejam testadas para que rapidamente surjam para todos os utilizadores deste serviço.

Já recebeu a MIUI 11? Xiaomi disponibiliza atualização estável para 8 modelos

0

A interface de utilizador da Xiaomi, a MIUI 11, foi apresentada no dia 24 de setembro, de forma oficial. Depois disso, uma versão beta foi disponibilizada para a maioria dos dispositivos.

Contudo, começa agora a ser disponibilizada a versão estável para 8 modelos Xiaomi e Redmi.

Já recebeu a MIUI 11? Xiaomi disponibiliza atualização estável para 8 modelos


Xiaomi MIUI 11 estável começa a chegar

As principais novidades da MIUI 11 da Xiaomi prendem-se como o Modo escuro, com o botão para bloquear publicidade e com o ecrã Always on melhorado.Há ainda que destacar o melhor controlo por gestos,novas músicas e toda uma estética mais minimalista.

Estas novidades foram apresentadas no final de setembro,quando a marca lançou também os novos Xiaomi Mi 9 Pro 5G e Mi MIX Alpha.

 A versão estável da MIUI 11 já começou a ser disponibilizada, ainda que não estejamos a falar da versão global. Esta começará a chegar apenas a 16 de outubro, sendo o Redmi Note 8 Pro, o primeiro a ser contemplado.

Para já, estes são os primeiros modelos a receber a MIUI 11:

  • Série Redmi K20
  • Mi 9 SE
  • Mi MIX 2
  • Mi MIX 2S
  • Mi 8
  • Redmi Note 7
  • Redmi Note 7 Pro
  • Redmi 7

Ainda este mês é esperado que a versão estável chegue aos restantes modelos da linha Mi 8, Mi MAX 3, Mi MIX3 e Mi 9. No final do mês de outubro, deverão ser contemplados ainda os Mi CC 9, Mi CC 9 Meitu, Mi CC 9e, Mi MIX 2, Mi Note3, Mi 6, Mi 6X, da Xiaomi. Da Redmi serão os Redmi 7A, 6 Pro, Note 5, 6A, 6, S2.

Os restantes modelos contemplados, deverão receber as atualizações apenas no início de novembro. Entre eles os Xiaomi Mi MIX, Mi 5s, Mi 5s plus, Mi 5X, Mi 5C, Mi Note2, Mi PLAY, Mi Max 2, e os Redmi Note 8, Note 8 Pro, 5 Plus, 5, Red Rice Phone A, Phone 4X, Note 5A.

Apple lança Novo Site iCloud.com Beta Com Nova Aparencia e Lembretes App

0

Antes do lançamento do iOS 13, iPadOS e MacOS Catalina, a Apple atualizou seu site beta do iCloud.com com uma nova aparência e um novo aplicativo Reminders (via Federico Vittici). 

A versão beta do iCloud.com tem uma interface branca simples com ícones menores e, em vez de um aplicativo Configurações, agora há uma seção “Configurações da conta”.

A maioria dos aplicativos beta iCloud são idênticos aos aplicativos iCloud disponíveis através do site iCloud.com padrão, com Mail, Contatos, Fotos, Notas, iCloud Drive, Páginas, Números, Keynote, Find Friends e Find iPhone inalterados. 
No entanto, há um novo aplicativo Lembretes no beta.iCloud.com, que espelha o aplicativo Lembretes do iOS e permite que os usuários do iCloud criem, visualizem e gerenciem suas tarefas. 

A nova versão do iCloud.com provavelmente será lançada após o lançamento do iOS 13 e do novo software da Apple neste outono. 

Fonte: Macumbores

Apple Watch Series 5: Surpreenda-se com a Primeira Imagem do Relógio!

0

Estamos já a escassas semanas da maior apresentação anual de produtos da Apple. Os seus tradicionais eventos de setembro trazem-nos, durante a keynote, os novos iPhone, bem como outras surpresas de Cupertino. Agora, confirma-se a existência dos Apple Watch Series 5, entre outros produtos!

Temos já uma primeira IMAGEM, de acordo com a fonte, retrata a próxima geração do Watch.

Apple Watch Series 5

Adicionalmente, graças ao relato da macrumors, tivemos conhecimento de três novas patentes recentemente registadas pela tecnológica. As mesmas foram submetidas na Eurasian Economic Commission e versam exatamente sobre a próxima geração de iPhone, novos computadores Mac, bem como os Apple Watch.

Os Apple Watch Series 5 chegam em setembro!

Ainda que pudessem persistir algumas dúvidas face aos rumores até então, agora torna-se difícil negar a sua existência. Isto é, não só temos uma fotografia real do suposto Apple Watch Series 5, bem como a patente que o protege. Em síntese, é agora um dos produtos que serão seguramente anunciados em setembro próximo.

Em seguida podemos ver o registo da patente para os três produtos a serem apresentados. Veja-se, em primeiro lugar, os Media players que pode aqui retratar a já sugerida versão mais económica do HomePod, bem como uma nova geração para os iPod. Temos aqui dois modelos com o iOS.

Em seguida temos um total de 14 modelos referentes às diferentes configurações para os próximos computadores portáteis. Isto é, toda uma nova gama de MacBooks, tal como é evidenciado pelo adjetivo “portátil”, bem como pelo software em questão, o macOS.

Vem aí novos MacBooks, iPods, iPhone e os Apple Watch Series 5

Ainda de acordo com o registo da patente temos então 6 modelos para os Apple Watch Series 5. Note-se ainda que cada número de modelo representa uma variante de memória interna / armazenamento. No que aos relógios diz respeito temos sempre, pelo menos, dois tamanhos à disposição dos consumidores.

Também que é expressamente referido o software watchOS 6. Portanto, será este o sistema operativo que alimentará a próxima geração de relógios a estrear no próximo mês. Até lá, contamos ainda com mais fugas de informação que possam também corroborar a tese agora avançada.

A imagem apresentada acima aparenta representar o Apple Watch Series 5, já em utilização, configurado por um utilizador francês. Algo que se torna evidente quer pelo idioma, bem como pela referência à operadora francesa, Orange. Ao mesmo tempo, podemos também encontrar a referência ao watchOS 6.

Do titânio ao watchOS 6

Ainda em torno dos Apple Watch, já havia sido sugerida a hipótese de termos também dois novos acabamentos. Dois novos materiais para a caixa do relógio, neste caso a cerâmica e o titânio.

Mas além deste rumor, imagem e patente, há dados oficiais da Apple?

Como é natural não há. Na verdade, em lado algum há uma referência clara a uma nova geração de relógios inteligentes. Desse modo, todos estes novos modelos poderão simplesmente reforçar a geração atual (Series 4), ainda que tal seja improvável. O mais provável é termos efetivamente a 5.ª geração já em setembro.

Retomando ainda a primeira imagem, com o registo das patentes, temos mais de 12 modelos para os próximos iPhone. Mais uma vez, cada variante de memória conta com o seu número de modelo, mas mesmo assim temos um grande número de modelos registados. Os indícios podem ser da chega dos iPhone Pro.

Por fim, tal como aponta também a macrumors, já no passado os registros da Eurasian Economic Commission têm profetizado os novos lançamentos. Algo que nos deixa assim bastante convictos de um enorme lançamento já nas próximas semanas.

Níveis de Radiação de Radiofrequência dos iPhones são Elevados

0

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

O jornal The Chicago Tribune lançou recentemente um novo estudo que revela que os níveis de radiação de radiofrequência dos iPhones são mais elevados que os permitidos por lei.

Segundo o jornal, para a realização do estudo foi contratado um laboratório credenciado. Foram testados vários smartphones de acordo com diferentes variáveis. Conheçam os resultados e fique a saber qual o pior resultado!

O Teste de Absorção de Energia é também conhecido por SAR. Este teste é responsável por fazer a medição do índice de exposição à radiofrequência de dispositivos eletrónicos.

Para telemóveis e outros dispositivos móveis, o limite do valor do SAR definido pela FCC é de 1,6W/kg. 

SAR dos iPhones é elevado…mas não é o pior

Segundo os testes realizados para o iPhone 7, o SAR registado esteve sempre em valores bastante elevados. Os testes foram realizados até uma distância de 15mm, sendo que o mínimo foram 2mm.

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

Nos testes realizados ao iPhone X, alguns resultados estavam ligeiramente acima dos limites. Tal aconteceu também com o iPhone 8.  No caso do iPhone 8 Plus, no geral, os resultados estão dentro do limite estipulado pela FCC.

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

A investigação levada a cabo pelo The Chicago Tribune avaliou 11 modelos de smartphones: iPhone 7, 8, 8 Plus e X, Samsung S8, S9 e J3, Motorola e5, e5 Play, e G6 Play e o BLU Vivo 5 Mini.

Os testes realizados foram feitos a distâncias de 2mm até 15mm. O pior resultado foi registado no Galaxy S8, com 8,22 W/kg, cinco vezes superior ao limite da FCC.

Xiaomi quer quebrar o estigma da MediaTek com o Redmi Note 8 Pro

0

Há um novo smartphone com o ADN Xiaomi a caminho do grande mercado mobile. Apelidado de Redmi Note 8 Pro, terá ainda uma versão base. No entanto, o maior destaque vai naturalmente para o Redmi Note 8 Pro, um dispositivo Android que quer provar os méritos e qualidades dos processadores MediaTek.

Temos agora um bom leque de caraterísticas a serem confirmadas oficialmente.

Xiaomi Redmi Note 8 smartphone Android MediaTek

Com um novo dispositivo Android a caminho, a empresa satélite da Xiaomi, não consegue colocar um travão nas fugas propositadas e informação. Aliás, este fenómeno deve ser entendido como uma apresentação gradual do smartphone. Algo que visa, sobretudo, estimular o interesse do público até à sua apresentação oficial.

O promissor Redmi Note 8 da Xiaomi

Com efeito, temos visto Lu Weibing, diretor da tecnológica Redmi a partilhar diversas informações. Entre estas, temos agora uma significativa galeria de imagens onde podemos ver as principais caraterísticas. Aí, o Redmi Note 8 Pro orgulha-se do seu SoC MediaTek, o Helio G90T, bem como vários outros pontos.

Aliás, note-se que este será o primeiro smartphone do universo Xiaomi a adotar o novo sensor ISOCELL de 64 MP,aqui aplicado num terminal acessível. Ao mesmo tempo, será também um excelente ponto de referência na plataforma AnTuTu, com uma pontuação em torno dos 280 mil pontos,aqui também devido ao SoC MediaTek.

Acima temos uma tabela comparativa com três processadores similares. Em primeiro lugar o Kirin 810 da Huawei, sendo o mais poderoso dos três. No entanto, é também um dos mais onerosos, além de ser utilizado primordialmente pela Huawei. Já, logo em seguida, temos o Helio G90T da MediaTek, a 12 nm.

O Helio G90T da MediaTek

Por fim, temos ainda o Snapdragon 710 da Qualcomm como margem de comparação. Face a este último, a aposta da MediaTek para o segmento de gama média alta mostra-se consideravelmente mais virtuoso nas pontuações de AnTuTu. Contudo, esperemos que esse valor se traduza em melhorias na utilização diária.

Veja-se ainda que a Redmi está confiante nas capacidades deste SoC da MediaTek. Aliás, não terá sido por acaso que partilharam essa mesma imagem, em que o comparam com o SoC Kirin 810, a 7 nm. Algo que, pelo menos à partida, poderia deixar a alternativa da MediaTek no fundo da tabela.

De igual modo, a Redmi partilhou um vasto número de cartões e imagens com caraterísticas do Redmi Note 8 Pro. Algo que vai desde a sua câmara principal, composta por três sensores com um deles a ter 64 MP de resolução, até ao arrefecimento líquido do dispositivo móvel Android.

Veja-se que esta mesma implementação, uma câmara de vapor, promete arrefecer eficientemente o terminal Android. Algo que será da mais extrema importância, sobretudo em cenários de jogo. Há ainda a referência específica ao arrefecimento até 6.º centígrados, mantendo assim o equipamento em temperaturas ótimas.

Um futuro recordista a catapultar o nome da Xiaomi?

Em síntese, estamos já a escassos dias da sua apresentação (29 de agosto). Entretanto, contamos com mais informações a serem gradualmente reveladas pela empresa satélite da Xiaomi. Aliás, espera-se já que este Redmi Note 8 Pro venha quebrar os recordes e valores de vendas do seu antecessor o Redmi Note 7.

Agora é apenas uma questão de tempo até conhecer este terminal com câmara de 64 MP que trará um design apelativo, bem como um novo tom, o verde. Além disso, contamos com uma construção em acrílico, apesar de o vidro não estar descartado. Vejam-se ainda os contornos e cantos perfeitamente arredondados do terminal.

Já, por fim, sabemos que o fator decisivo para o seu sucesso será o preço de venda ao público. Felizmente, aí a Xiaomi raramente desaponta e esperamos que o mesmo seja verdade para os Redmi.

WhatsApp Recebe Recurso de Desbloqueio Por Impressão Digital

0




O WhatsApp é o mundo mais utilizado na plataforma de mensagens instantâneas do mundo. 
Sim, existem alternativas, mas o WhatsApp está apenas em outro nível devido à sua simplicidade, recursos fáceis de usar e também devido à sua presença massiva em smartphones e outros dispositivos. 
O WhatsApp, que é propriedade do Facebook, agora está tentando atualizar e disponibilizar muitos novos recursos para esse aplicativo de mensagens instantâneas. Recentemente, eles adicionaram o recurso de desbloqueio do FIngerprint para o WhatsApp por meio de uma atualização. 
Esse recurso foi, durante muito tempo, solicitado por seus usuários e, agora, finalmente, você pode usar a impressão digital para desbloquear seu WhatsApp. 
Além disso, anteriormente precisávamos baixar um aplicativo de terceiros dedicado para usar a segurança de impressão digital no WhatsApp, mas agora você não precisa mais disso para o WhatsApp.
Nós usamos o aplicativo WhatsApp provavelmente durante o dia e temos todas as nossas conversas privadas. 
E para adicionar mais segurança, esse novo recurso de trava de impressões digitais leva a segurança do aplicativo WhatsApp ao próximo nível. 
No entanto, tenha em atenção que esta atualização ou funcionalidade foi implementada com a atualização beta mais recente do Android e demorará algum tempo a chegar oficialmente aos seus utilizadores publicamente. 
Além disso, o recurso de impressão digital está em fase de testes e será lançado em uma versão estável.

O que há de novo?
De acordo com um relatório no WABetaInfo , esse recurso está disponível no WhatsApp beta v2.19.221 . Você ainda pode responder e usar a notificação para responder a mensagens ou chamadas, mesmo que tenha o bloqueio de impressão digital ativado no WhatsApp. Você precisa digitalizar sua impressão digital somente quando abrir o aplicativo WhatsApp.


Um ótimo recurso que você obtém embutido é que agora você pode ocultar o conteúdo da mensagem na notificação assim que a opção de impressão digital estiver ativada. Você também pode escolher o intervalo de tempo para ativar o bloqueio de impressão digital no seu dispositivo. O WhatsApp também está usando a API de impressão digital do Android para garantir que os dados sejam usados ​​no dispositivo para autenticação e não sejam enviados para os servidores do Facebook.



Como usar o scanner de impressões digitais do WhatsApp?
Para usar o novo recurso de impressão digital do WhatsApp no ​​seu dispositivo, siga as instruções abaixo;
Você precisa baixar a última 
WhatsApp v 2.19.221 a partir de terceiros fonte 
APKmirror .
Note que você precisa ter um scanner de impressões digitais no seu smartphone.
Para ativar este recurso, vá para 
Configurações >> Conta >> Privacidade >> Bloqueio de Impressão Digital .
Se esse recurso ainda não estiver funcionando no dispositivo, faça backup do histórico de bate-papo e reinstale o aplicativo.

Redmi Note 8 Pro da Xiaomi Chega a 29 de Agosto com câmara de 64 MP

0



Um novo smartphone com uma câmara de 64 MP? Então a Xiaomi tem a solução ideal para si com o próximo Redmi. Isto é, o próximo lançamento da sua empresa satélite, o Redmi Note 8 Pro, já durante este mês de agosto, com o dispositivo a ser amplamente revelado em diversas ocasiões no universo online.
Após diversas fugas de informação, temos finalmente o panorama completo com dado oficiais.


Ainda que a tecnológica chinesa já tivesse dado a saber que iria lançar o primeiro smartphone com uma câmara de 64 MP no final de 2019, nada nos garantia que esse lançamento seria feito com o Redmi Note 8 Pro. No entanto, as fugas começariam a apontar nesse sentido, ao passo que agora se confirma o cenário avançado.
O Xiaomi Redmi Note 8 Pro chega a 29 agosto
Em primeiro lugar, a data de apresentação está assim confirmada para o dia 29 de agosto. Algo que acaba por contrariar um pouco a previsão anterior que dava conta da sua chegada no último trimestre de 2019. Desse modo, é com alguma surpresa que vemos este smartphone económico, ou de entrada, a chegar precocemente.
Seja como for, a Xiaomi já começou a divulgar o produto através das redes sociais, nomeadamente a Weibo. Aí, temos já um bom vislumbre do Redmi Note 8 Pro, um terminal económico, com forte aposta nas câmaras. Com efeito, teremos aqui um sensor de 64 MP, da Samsung (ISOCELL), capaz de produzir imagens de 16 MP.

O melhor smartphone de entrada da Xiaomi?
O smartphone não trará um leitor de impressões digitais embutido no ecrã. Algo que acaba por não nos surpreender uma vez que o Redmi Note 8 Pro será um terminal de gama média, ou de entrada. Mesmo assim, teremos um produto extremamente apelativo, sobretudo para o preço que se espera ser baixo.
Contamos ainda com uma construção em acrílico, além de um novo tom de cor, o verde. Note-se que pelas imagens divulgadas até à data, teremos um elemento central de orientação vertical. Ai encontraremos as suas câmaras, com destaque para a primeira com o seu “halo”.

Versão Estável do Android Q Deve Chegar ao Mercado Com Pacote de Segurança de Setembro

0





Estamos bem próximos do lançamento da versão estável do Android Q para o público, e o Google está se preparando para disponibilizar o software para seus usuários.
Já foram publicadas seis versões prévias do sistema operacional, e já pouco mais de um ano desde a revelação do Android Pie, que aconteceu em 6 de agosto de 2018. Agora, parece que estamos bem próximos da revelação do Android 10 Q, graças a uma página dentro do site oficial do Android.
As “notas de segurança do Android versão Q” foram publicados hoje, detalhando as vulnerabilidades corrigidas na próxima versão do sistema operacional, na lista de boletins de segurança de 2019 do software. No documento, vemos que “os problemas descritos são abordados como parte do Android Q” e que essas informações “são fornecidas para referência e transparência”.
Entretanto, a parte mais interessante é o pacote de segurança citado. É importante destacar que o último beta disponibilizado possuía o pacote do mês de agosto de 2019, e segundo a página o “Android Q, como lançado no AOSP, tem um nível de patch de segurança padrão de 2019-09- 01.”


De qualquer maneira, o fato de o Android 10 Q executar o patch de segurança de setembro não deve ser uma surpresa por completo, já que desde o início o Google pretendia disponibilizar a nova versão do seu sistema operacional para dispositivos móveis no terceiro trimestre do ano.

Seja como for, ainda não existe uma data para que o software seja liberado para o público, e por isso será preciso aguardar mais um pouco para finalmente descobrirmos qual doce será o da vez.

iPhones de 2019 Deverão Vir com Carregador USB-C e Baterias Maiores

0
Carregador USB-C de 18W da Apple



No ano passado, rumores espalharam a notícia de que os iPhones viriam com novos carregadores USB-C de 18W, em vez dos tradicionais de 5W/USB-A (que, diga-se, são exatamente os mesmos desde o lançamento iPhone, em 2007).
O rumor não se confirmou; por outro lado, os iPads Pro, sim, ganharam o tal carregador de 18W com porta USB-C. Pouco tempo depois do lançamento, o carregador passou a ser vendido de forma avulsa na Apple Online Store (R$219) — ele é compatível com iPhones e oferece recarga rápida, algo bastante desejado por donos do smartphone.
Pois agora, a ChargeLAB (que tem um histórico questionável envolvendo rumores da Maçã), soltou um tweet informando ser muito provável que o tal carregador USB-C acompanhe, finalmente, os novos iPhones.

O iPhone 11 virá com um carregador USB-C.
A informação teria sido confirmada por um executivo do alto escalão.
Tal afirmação não é bem uma novidade: o Macotakara já havia levantado a possibilidade de os novos iPhones virem com o tal carregador. Ainda assim, não deixa de ser outro veículo “confirmando” algo amplamente necessário e aguardado por usuários Apple — afinal, ninguém merece continuar recarregando aparelhos com baterias em torno de 3.000mAh (caso do XS Max e do XR) com um carregador de 5W.
Baterias maiores
O DigiTimes, por sua vez, resolveu “confirmar” diversas informações já aguardadas pelo público, como a manutenção dos tamanhos dos aparelhos (5,8″, 6,1″ e 6,5″), Face ID sem mudanças, notch do mesmo tamanho, aparelhos com até três câmeras e sem 3D Touch).
Contudo, eles afirmaram que os novos aparelhos terão baterias maiores, em torno de 3.200mAh (20% a mais), 3.500mAh (10% a mais) e 3.000mAh (2% a mais) para os sucessores dos iPhones XS, XS Max e XR respectivamente.
Particularmente, acho bem estranho o sucessor do XS (de 5,8″) ter uma bateria maior que o sucessor do XR (de 6,1″). Vale notar, também, que um rumor recente levantou a possibilidade de vermos uma bateria de quase 4.000mAh no sucessor do XS Max.
Dual SIM físico no modelo de 5,8 polegadas (na China)
Para finalizar, o DigiTimes também informou que, na China, o modelo de 5,8″ poderá ganhar a bandeja com espaço para dois chips físico — atualmente apenas o XS Max e o XR contam com tal recurso.