Home Blog Page 2

Samsung inicia produção em massa de pacote de 16 GB LPDDR5 DRAM para smartphones

0
DRAM Samsung 16GB LPDDR5

Samsung inicia produção em massa de pacote de 16 GB LPDDR5 DRAM para smartphones
A Samsung Electronics anunciou que iniciou a produção em massa do primeiro pacote de DRAM móvel LPDDR5 de 16 gigabytes (GB) do setor para telefones premium de última geração. Este anúncio ocorre sete meses após o anúncio da empresa da produção em massa do primeiro pacote de DRAM móvel de 12 GB LPDDR5 em julho de 2019. Ele havia anunciado o desenvolvimento da RAM LPDDR5 de 8 GB (gigabit)em julho de 2018. O pacote de DRAM móvel LPDDR5 de 16 GB é baseado na tecnologia de processo de segunda geração da classe 10nm da Samsung e apresenta a maior capacidade de desempenho e armazenamento do setor. Segundo a empresa, o avanço de 16 GB liderará o mercado de memória móvel premium com capacidade adicional. Isso permitirá recursos avançados de 5G e AI, como “jogos ricos em gráficos” e “fotografia inteligente”.

A taxa de transferência de dados da RAM LPDDR5 de 16 GB é de 5.500 megabits por segundo (Mb / s), aproximadamente 1,3 vezes mais rápido que a memória móvel anterior, ou seja, LPDDR4X, 4.266 Mb / s. A Samsung diz que, em comparação com um pacote LPDDR4X de 8 GB, a nova DRAM oferece mais de 20% de economia de energia e fornece até o dobro da capacidade.

O pacote de DRAM móvel de 16 GB consiste em oito chips de 12 gigabit (Gb) e quatro chips de 8 Gb. A Samsung observa que a capacidade de 16 GB equipa smartphones premium com o dobro da capacidade DRAM encontrada em muitos PCs de jogos e de gama alta atualmente. O desempenho é certamente rápido e também suporta jogabilidade dinâmica e responsiva, além de gráficos de alta resolução em telefones premium para melhores experiências de jogos para dispositivos móveis, de acordo com a empresa.

A Samsung continua a expandir a produção de sua DRAM móvel LPDDR5 em seu site em Pyeongtaek. A empresa também planeja produzir em massa produtos LPDDR5 de 16 Gb (gigabit) com base na tecnologia de processo de terceira geração de classe 10nm (1z) na segunda metade de 2020. Isso estará alinhado com o desenvolvimento de um chipset de 6.400 Mb / s. A Samsung, maior fabricante de chips de memória do mundo, não hesitou em se promover como desenvolvendo “inovação incansável”. Ele espera que essa inovação solidifique sua vantagem competitiva nos mercados de dispositivos móveis premium, PCs de ponta e aplicativos automotivos.

O único smartphone com 16 GB de RAM LPDDR5 até agora é a variante de ponta do Samsung Galaxy S20 Ultra, que é a variante de ponta da série Galaxy S20. Nos EUA, a variante de 16 GB de RAM custa US $ 1.599 de dar água nos olhos. O Qualcomm Snapdragon 865 e o Exynos 990 possuem memória LPDDR5, enquanto o MediaTek Dimensity 1000 apresenta a memória LPDDR4X mais antiga. Todos os lançamentos de telefones Snapdragon 865, portanto, têm RAM LPDDR5, mais rápida que LPDDR4X. Podemos esperar que outros telefones principais sigam os passos do S20 Ultra. O modelo topo de linha do Galaxy Note 20 pode ter 16 GB de RAM. Também é possível para o OnePlus 8 apresentar uma variante premium de 16 GB de RAM.

Como Dar Mais Privacidade ao Telegram Escondendo o Número de Telefone

0

Quando se fala de segurança em serviços de mensagens, o nome que surge é sempre o Telegram. Este serviço garante aos utilizadores níveis de segurança que outros não têm e que não vão ter.

Mesmo com toda a segurança e privacidade que oferece de base, existe ainda pontos que podem ser ativados. Hoje explicamos como tornar o Telegram mais seguro escondendo o número de telefone.

Telegram privacidade número telefone contactos

Os usuarios não podem confiar cegamente nos serviços que usam. Precisam ser críticos e procurar nas opções disponíveis as que os ajudam a estar mais protegido e privados. Um exemplo, no Telegram, é o número de telefone poder ser consultado pelos contactos.

Tornar o Telegram mais privado

Claro que o ideal é esconder esse número de olhares alheios. Para isso devem abrir o Telegram e aceder às Configurações da app. Ai dentro devem ver o número de telefone associado à conta e também a opção Privacidade e segurança. Selecionem esta última.

Na área Privacidade devem ter várias opções. Escolham a que diz número de telefone. Esta indicará logo quem pode aceder ao número de telefone. A opção de base é Meus contactos, mas pode ser tornada mais restrita.

Esconder o número de telefone dos contactos

Abram então e vejam as opções presentes. Podem dar acesso a Todos, aos Meus Contactos e a Ninguém. A opção preferencial é Ninguém, uma vez que bloqueará o acesso ao número a utilizadores que adicionem no Telegram.

Ao fazerem essa alteração, surge uma nova opção. Quer saber quem pode encontrar o utilizador com uma pesquisa pelo número de telefone. Aqui devem alterar para Meus Contactos. Assim, apenas quem tem o telefone do utilizador na lista de contactos o pode encontrar.

Esta é uma alteração simples, mas que vai dar muito privacidade. Deixa de estar exposto com o número de telefone e nas pesquisas apenas os seus contactos reais o podem encontrar. Ficam assim de fora todos os que não querem que os encontrem.

Xiaomi Atualiza o launcher da MIUI com Funcionalidades Novas

0

Para além de excelentes smartphones, a Xiaomi cria também software único que usa nos seus equipamentos. Baseada no Android, a MIUI tem algumas criações próprias e que se adaptam ao que os utilizadores necessitam.

O Launcher desta ROM está agora a ser atualizado, recebendo novas funcionalidades que vão agradar a todos. Tudo está focado na usabilidade e na forma como os utilizadores podem aceder às apps destes smartphones.

Xiaomi Launcher MIUI funcionalidades novidades

Novidades da Xiaomi para o seu Launcher

As novidades na MIUI têm sido muitas. Novas versões têm surgido, com mudanças e novidades que melhoram ainda mais este sistema. Sempre baseado no Android, adiciona algumas melhorias que a Xiaomi tem preparado.

Curiosamente, o Launcher da MIUI tem estado parado há vários anos, não recebendo novidades. Essa posição mudou agora e a Xiaomi resolveu refrescar este elemento da sua ROM e dos seus smartphones. As novidades são interessantes e refrescam tudo o que é oferecido.

Novas funcionalidades para a MIUI

Na verdade, a primeira novidade é já conhecida de outros launchers. Falamos dos menus associados a cada app e ícone. Basta carregar num ícone para surgirem novas opções que podem ser usadas. Estes são, na verdade, atalhos diretos para partes das próprias apps.

Uma segunda novidade está na duplicação de apps. Estas podem agora ser clonadas e permitir a utilização de duas contas para o mesmo serviço. Esta era já uma capacidade da MIUI, mas acessível apenas pelas Definições. Agora está direto pelos ícones das apps presentes.

Xiaomi Launcher MIUI funcionalidades novidades

Novidades que vão chegar em breve

Há ainda pormenores gráficos que vão estar visíveis e agradar aos utilizadores. Falamos da nova animação que surge quando os Xiaomi são desbloqueados. Está sobretudo mais suave e mais apelativa. Nota-se aqui um trabalho importante.

Estas novidades estão já a ser enviadas para os smartphones da marca chinesa, ainda que de forma gradual. Deverá acontecer nos próximos dias, mas deixará de forma o Pocophone e o Redmi K20. Estes 2 smartphones usam o Poco Launcher.

Xiaomi Abandona as Suas apps e usa o Telefone e Mensagens da Google na MIUI Global

0
Xiaomi MIUI Telefone Mensagens Google

A MIUI sempre foi baseada no Android, mas tinha apps e outras otimizações da Xiaomi. Estas conseguiam dar aos utilizadores uma confiança grande e também o acesso a todas as funcionalidades esperadas e necessárias.

Mudanças grandes parecem agora preparar-se para chegar aos smartphones da Xiaomi. A marca chinesa vai abandonar algumas das suas apps e abraçar as propostas da Google. As primeiras são já o Telefone e as Mensagens.

Uma mudança radical da Xiaomi para a MIUI

Pode parecer estranho, mas a Xiaomi está mesmo a preferir as propostas da Google às suas. Depois de anos a desenvolver as suas soluções, escolheu retirá-las da MIUI e passar a instalar por omissão as que a Google tem criadas para o Android.

Esta decisão foi anunciada agora pela marca no seu fórum,mostrando também a justificação para esta decisão. Muitos podem não a entender de imediato, mas é necessária e até urgente para que os smartphones da Xiaomi possam continuar a ser usados.

Apesar de ser uma decisão da Xiaomi de forma global,esta alteração não o vai ser.A marca apenas vai fazer esta mudança nas versões Globais da MIUI e nos próximos smartphones que a marca lançar para o mercado.A versão chinesa da MIUI vai manter as apps originais.

Xiaomi MIUI Telefone Mensagens Google

Passa a usar as apps Telefone e Mensagens da Google

A razão apresentada pela Xiaomi assenta nas novas exigências que têm sido feitas. Cada país tem as suas regras de proteção de dados e isso obrigava a ter desenvolvimentos constantes das suas apps para o cumprir. Assim, ao escolher as apps Telefone e Mensagens da Google, tudo fica mais simples.

Por outro lado, esta mudança vem também trazer uma folga aos programadores da Xiaomi. A Google aplica atualizações constantes às suas apps e propaga-as pela sua loja. A marca chinesa vai, no entanto, adicionar algumas funcionalidades suas a estas apps através da MIUI.

Pode parecer uma mudança radical da Xiaomi, mas a verdade é que a empresa chinesa acaba a ganhar. Deixa assim de manter as suas apps para os mercados mais exigentes e liberta recursos para outras áreas onde podem ser mais úteis e importantes.

Apple pode lançar dois iPhone 9 como sucessor do iPhone SE já daqui a poucos meses

0

Os rumores relativos às próximas gerações dos smartphones da Apple são vários. Um disponibilizado recentemente indica que a empresa de Tim Cook pode lançar dois iPhone 9 como sucessores do iPhone SE.

A confirmar-se esta hipótese, tal seria concretizado já daqui a poucos meses, antecedendo a apresentação do iPhone 12 em setembro.

Apple pode lançar dois iPhone 9 como sucessor do iPhone SE já daqui a poucos meses

Nos últimos anos, para além do smartphone topo de gama, a Apple tem disponibilizado um modelo mais económico mas igualmente poderoso. Foi assim com o iPhone 8 e iPhone SE… Sendo que este ano devemos ter um sucessor do iPhone SE que se pode denominar iPhone 9!

Os rumores são vários e indicam diferentes possibilidades. Um dos mais recentes é proveniente do DIGITIMES, que afirma ter contactos privilegiados junto de parceiros, fornecedores e colaboradores da Apple.

Em 2020, devemos ter o lançamento de smartphones da Apple em duas fases: o topo de gama na tradicional Keynote de setembro e um modelo mais barato que deverá ser anunciado na primeira metade do ano.

iPhone 9 pode chegar em dois modelos como sucessores do iPhone SE

O mais recente rumor indica assim o desenvolvimento de dois novos smartphones que serão lançados nos próximos meses. Ao passo que estão a ser tratados como sucessores do iPhone SE, estes serão mais idênticos no design ao iPhone 8… Devendo adoptar o mesmo corpo, mas com componentes mais modernos!

Estes dois modelos estarão disponíveis com ecrã LCD cuja diferença está no tamanho. Segundo a fonte do rumor, a empresa Chipbond Technology está a receber encomendas por parte da Apple a requerer exatamente o descrito anteriormente.

Apple pode lançar dois iPhone 9 como sucessor do iPhone SE já daqui a poucos meses


No que toca às restantes especificações, é expectável que partilhe muitos componentes com o iPhone 11. Relativamente à câmara ainda são desconhecidos os planos da Apple.

Ganham cada vez mais força os rumores que dão conta do desenvolvimento e produção de um smartphone da Apple mais barato! A empresa de Cupertino pretende assim garantir que os consumidores têm uma opção mais barata que o iPhone 11, mas igualmente moderna e poderosa.

Oppo, Vivo e Xiaomi Vão Abrir o Seu Serviço de Compartilhamento de Arquivos a Todos

0

Por norma, as grandes marcas de smartphones Android criam serviços próprios para dar mais aos seus equipamentos. Estes não são decerto interoperáveis e funcionam apenas dentro dos seus ecossistemas.

Os sistemas mais universais ficam a cargo da Google e do que é capaz de criar para o seu sistema. Na ausência de um sistema de partilha de ficheiros capaz, a Oppo, vivo e Xiaomi uniram-se e criaram um sistema que está certamente pronto e vai ser lançado para todos.

Oppo vivo Xiaomi transferência ficheiros

Oppo, vivo e Xiaomi uniram forçam

Foi em agosto do ano passado que a Oppo, vivo e Xiaomi criaram a Peer-to-Peer Transmission Alliance. Esta pretendia criar uma forma simples, eficiente e rápida de transmitir ficheiros entre smartphones. A razão da criação desta equipa foi a ausência de uma alternativa dentro do universo Android.

Pretendem usar todas as tecnologias existentes para conseguir atingir uma ferramenta e um conjunto de protocolos que permitam esta utilidade. Os trabalhos aconteceram nos últimos meses e depois de várias versões de testes, surge agora igualmente uma excelente notícia.

O Novo sistema Chega já em Fevereiro

O anúncio oficial de que esta solução está pronta foi, entretanto,o agora e prometeu ser lançada para os smartphones destas marcas. O mais interessante é que deverá chegar já em fevereiro, abrindo assim a portas a todos que esperavam por uma solução destas.

Segundo o que foi apresentado, a escolha deste momento para a sua apresentação não foi casual. As marcas querem preparar agora esta solução,uma vez que o 5G está a chegar.Vão assim suportar melhores velocidades de transferência e ficheiros que crescem de forma natural.

Oppo vivo Xiaomi transferência ficheiros

Transferência de Arquivos de Forma Rápida e Simples

Usando o Wi-Fi e o Bluetooth, este sistema vai permitir principalmente transferências de velocidades elevadas. Pretende garantir que não precisa de utilizar a Internet e igualmente que é fácil de ser iniciado. Basta ser lançado e depois escolhidos os ficheiros que querem transmitir.

Com velocidades médias de 20 MB/s, vai chegar aos novos equipamentos da Oppo, vivo e Xiaomi. Todos os equipamentos destas marcas vão poder ligar-se entre si e transferir ficheiros sobretudo de forma muito simples.

WhatsApp agora perguntará se o usuário quer ser adicionado a um grupo

0

whatsapp celular


Nesta quarta-feira (6), o WhatsApp liberou o recurso que solicita a permissão do usuário antes que ele seja adicionado a um grupo.

A função não é obrigatória e pode ser ativada dentro do aplicativo em Configurações > Conta > Privacidade > Grupos, parte em que você poderá decidir se “Todos” podem te adicionar a grupos, mesmo que não façam parte da sua lista de contatos; “Meus contatos”, que concede permissão para todos os seus números salvos; ou “Meus contatos, exceto…”, para uma restrição ainda mais selecionada.

O WhatsApp ainda explicou que trocou a opção “Ninguém” por “Meus contatos, exceto…” depois da reação negativa que os usuários expressaram quando surgiram os rumores sobre o recurso.

Ao ativar as opções que impedem a inclusão automática, sempre que um estranho tentar te incluir em algum grupo, você receberá um convite via mensagem privada que pode ser aceito em até três dias, antes que seja expirado.

A função já está sendo disponibilizada para todos os usuários que possuem a última versão do WhatsApp instalada em seus dispositivos.

Já é Possível Desbloquear o WhatsApp Com Impressao Digital

0

Tem um Android com sensor biométrico? É utilizador do WhatsApp? Então temos uma boa notícia para si. A partir de agora passa a ser possível desbloquear o acesso ao WhatsApp através do seu dedo.

A novidade começa hoje a chegar a todos os utilizadores. Saiba já como ativar.

Android: Já é possível desbloquear o WhatsApp com o dedo

O WhatsApp é o serviço de mensagens e comunicações instantâneas mais popular do mundo.Esta< app é utilizada diariamente por milhões de utilizadores em todo o mundo. Com naturalidade vemos agora esta empresa detida pelo Facebook a implementar uma nova e crucial solução de segurança no Android.

A partir de agora,tal como já acontece para iOS,passa a existir uma função que permite aceder à app usando o leitor biométrico (leitor de impressões digitais).

Desbloquear com impressão digital no WhatsApp para Android

Para ativar tal funcionalidade no Android basta que siga os seguintes passos:

  • Carregue em menu;
  • Depois vá aConfigurações > Conta > Privacidade:

Selecione a opçãoBloqueio por impressão digital e  ative a opçãoDesbloquear com impressão digita:

  • Por fim, confirme a sua impressão digital.

O utilizador pode ainda definir o tempo de bloqueio automático assim como personalizar se devem ser ou não apresentado o conteúdo nas notificações.

Se têm um leitor de impressões digitais no seu Android e usam esta ferramenta de chat, ativem já esta opção. É fácil, é rápido e garante a sua segurança e de suas informaçoes.

Não Volte a Ser Colocado em Grupos Que Voce Não Quer no WhatsApp

0
WhatsApp grupos utilizadores adicionar novidades


O WhatsApp tem conseguido melhorar as suas apps e dar-lhes novidades constantes e adaptadas ao que os utilizadores precisam. Os exemplos sucedem-se e mostram que ainda há muito onde este serviço pode crescer.

Uma das caraterísticas são os grupos onde nos colocam de forma aleatória e onde muitas vezes não queremos estar. Isso vai acabar em breve com a nova funcionalidade. Passamos a poder controlar quem nos pode adicionar a esses grupos.

As novidades não param de chegar ao WhatsApp. Todas se focam na usabilidade e no que os utilizadores precisam no dia a dia. Querem adaptar esta app à realidade e dar o controlo total a quem a usar.

Uma novidade surge agora, para dar ainda maior controlo ao utilizador. Passa a poder definir quem o pode adicionar aos grupos do WhatsApp.

Abra o menu principal do WhatsApp e depois escolham a opção Definições. Aí dentro devem escolher a nova opção presente. Chama-se Conta e dá acesso aos dados do utilizador.

Da nova lista presente, devem escolher a opção privacidade, que depois dá acesso ao perfil do utilizador e a todas as diferentes opções associadas.

É aqui que vão encontrar uma nova opção, quase no final. Chama-se Grupos e está preparada para definir quem pode adicionar o utilizador a grupos. A opção Todos deverá ser a que está ativa.

Abram e escolham uma das 3 presentes. Podem manter o Todos ou escolher Só contactos. Esta última opção já permite um primeiro nível dos contactos, por limitar os utilizadores.

Provavelmente a opção pretendida é mesmo Os meus contactos, exceto. Esta permite aceder à lista de contactos e definir quem pode ou não adicionar o utilizador. Basta que escolham dessa lista os nomes que não vão ter a capacidade de adicionar o utilizador a grupos.

Esta opção chegou agora à versão de teste do Android e muito em breve será lançada para todos os utilizadores, provavelmente até no iOS. Esta opção garante um maior controlo sobre a que grupos o utilizador vai ser incluído sem o pedir.

Usa o iTunes no Windows Para Gerir o iPhone? Então Atualize já o Seu PC.

0
iTunes Windows atualizar Apple PC

O fim do iTunes no macOS é já uma realidade, tendo a Apple optado por gerir os seus componentes de forma autónoma e diferenciada. Esta posição não foi transposta para o Windows, onde este software ainda está presente.

Apesar de não ter os desenvolvimentos que foram vistos ao longo dos anos, a versão Windows tem sido suficiente. Agora, e segundo foi descoberto, é urgente que atualizem o iTunes no Windows. Uma falha grave de segurança foi descoberta e os riscos são elevados.

Atenção, é preciso atualizar o iTunes do Windows

Apesar de ser um marco na história da Apple, o iTunes foi descontinuado com a chegada do macOS Catalina. A decisão pode parecer lógica, mas deixou muitos utilizadores sem um ponto central para acesso aos equipamentos e conteúdos.

A versão Windows, que ainda muitos usam, acabou por manter-se unificada e dar uma gestão global. É precisamente esta que agora está com sérios problemas de segurança, segundo descobriu e revelou a empresa Morphisec.

Segundo o que foi revelado,a falha detetada permite aos atacantes colocarem malware e ransomware nos PCs que estejam acorrer as versões atuais.A falha está no componente Apple Software Update,usado para atualizar o iCloud e o iTunes

iTunes Windows atualizar Apple PC

A Apple já tem uma nova versão para o seu PC

O problema é ainda maior, uma vez que este componente fica no Windows quando o iTunes e o iCloud são desinstalados. Corre em segundo plano sempre que o sistema operativo é iniciado. Assim, não apenas os atuais utilizadores estão expostos, mas também todos os que já o tiveram que atualizar.

Esta falha tinha sido descoberta há algum tempo, mas a Morphisec aguardou a chegada da correção. A Apple já a tem disponível e todos devem garantir a atualização imediata. A proteção vem com a versão 12.10.1 do iTunes, a versão 7.14 do iCloud Windows 7 ou a versão 10.7 para Windows 10.

Estas são atualizações obrigatórias, pois a sua presença deixa os utilizadores vulneráveis. É aparentemente simples de explorar e os resultados podem ser muito desastrosos para qualquer PC que for atacado.