Níveis de Radiação de Radiofrequência dos iPhones são Elevados

0
141

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

O jornal The Chicago Tribune lançou recentemente um novo estudo que revela que os níveis de radiação de radiofrequência dos iPhones são mais elevados que os permitidos por lei.

Segundo o jornal, para a realização do estudo foi contratado um laboratório credenciado. Foram testados vários smartphones de acordo com diferentes variáveis. Conheçam os resultados e fique a saber qual o pior resultado!

O Teste de Absorção de Energia é também conhecido por SAR. Este teste é responsável por fazer a medição do índice de exposição à radiofrequência de dispositivos eletrónicos.

Para telemóveis e outros dispositivos móveis, o limite do valor do SAR definido pela FCC é de 1,6W/kg. 

SAR dos iPhones é elevado…mas não é o pior

Segundo os testes realizados para o iPhone 7, o SAR registado esteve sempre em valores bastante elevados. Os testes foram realizados até uma distância de 15mm, sendo que o mínimo foram 2mm.

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

Nos testes realizados ao iPhone X, alguns resultados estavam ligeiramente acima dos limites. Tal aconteceu também com o iPhone 8.  No caso do iPhone 8 Plus, no geral, os resultados estão dentro do limite estipulado pela FCC.

Nível de radiação de radiofrequência dos iPhones são elevados

A investigação levada a cabo pelo The Chicago Tribune avaliou 11 modelos de smartphones: iPhone 7, 8, 8 Plus e X, Samsung S8, S9 e J3, Motorola e5, e5 Play, e G6 Play e o BLU Vivo 5 Mini.

Os testes realizados foram feitos a distâncias de 2mm até 15mm. O pior resultado foi registado no Galaxy S8, com 8,22 W/kg, cinco vezes superior ao limite da FCC.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here